Orgânicos: sim, não e porque?

· 1 Comentário

Durante os últimos anos, o interesse pela comida orgânica cresceu muito. A comida orgânica para bebês, em especial, ganhou popularidade devido à crescente preocupação dos pais com os efeitos potenciais de resíduos de pesticidas na saúde do bebê.

A definição mais básica de alimento orgânico é a produção sem adição de substâncias químicas sintéticas – incluindo fertilizantes, pesticidas, herbicidas, e fungicidas – e sem a adição de hormônios como o hormônio para crescimento bovino e os antibióticos. O produto também não deve passar por engenharia genética. Para obter o selo orgânico, o alimento precisa ser produzido de acordo com uma série de padrões aprovados pelo Departamento de Agricultura. Mas será que um selo orgânico significa que alto tem mais gosto ou nutrientes do que um alimento produzido de forma tradicional? Não necessariamente, e é por isso que você não deve pensar que uma dieta não orgânica deixa de ser saudável.

Atualmente, a ciência não consegue nos dizer se o alimento orgânico é mais nutritivo do que o não orgânico, então se o preço do do alimento orgânico é demasiadamente alto, não sinta culpa. Só de preparar em casa a refeição de seu bebê, já está dando a ele uma grande vantagem na vida, e seus esforços merecem aplausos. Do mesmo modo, se a comida orgânica já faz parte de seu modo de vida, ou se você quiser incorporar alguns produtos orgânicos na dieta de seu bebê, vá em frente.

Se você planeja comprar alguns ingredientes orgânicos para acrescentar às refeições do bebê, nosso conselho é primeiro focar nas versões de produtos que costumam ser tratadas com grandes quantidade de pesticidas, A razão pela qual as crianças são mais vulneráveis aos resíduos de pesticidas do que os adultos é que normalmente consomem mais produtos por peso corporal do que os adultos.

Os alimentos que mais absorvem pesticidas e por isso devem ser priorizados na hora de comprar os orgânicos são:

  • Pêssego
  • Maça
  • Pimentão
  • Salsão
  • Nectarina
  • Mirtilo
  • Morango
  • Cereja
  • Couve
  • Batata
  • Uva
  • Espinafre

Fonte: A melhor comida para bebês do planeta.

Assim como tudo na maternidade, cada mãe sabe o que é melhor para a a realidade do seu bebê. Me dói o coração pensar na quantidade de veneno que comemos e damos para os nossos filhos todos os dias, e acho que comida orgânica não deveria ser luxo e sim o padrão, mas entendo que nem todos pensam da mesma forma ou podem bancar compras orgânicas para famílias bem mais numerosas que a nossa por exemplo. Aqui em casa fazemos compras, digamos, mistas…Tentamos priorizar os orgânicos, principalmente para a Maria, mas como nem sempre conseguimos encontrar variedade, principalmente nas frutas, ela também come alimentos da feira “comum”. Acho legal se valer da listinha acima e tentar pelo menos nesses itens comer os agrotóxicos free.

frutas-legumes-organicos-pimenta-e-limao

Onde comprar orgânicos:

Na feira Orgânica do seu Bairro.

Sites especializados como o Organomix.

Grupos que distribuem cestas de pequenos produtores como Orgânicos in box

 

 

 

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *