Goodies: Fricassê de frango ao curry da Clarinha.

· 2 Comentários

Eu sou meio muito cara de pau, então perguntei para a Fernanda se poderia fazer o post sobre o frango louco que eu inventei, e salvou vidas em Araras. Ela deixou (yes!), mas eu prometi que não falaria merda (ops) o que é uma grande dificuldade pra mim. Então, caras leitoras fofas, me perdoem se eu não me segurar, tá?

Bom, eu trabalho ao lado de um Hortifrufi e, como todos com bom senso e bom gosto alimentar, sou apaixonada por aquele lugar. Sempre que posso, passo lá para comprar sucos naturais feitos na hora, saladas (eles têm um esquema para o almoço sensacional), coisas gostosas (tudo lá é gostoso, me irrita, parece mercado de novela) e, o melhor de tudo: pegar as provinhas e receitas deliciosas servidas as 19h. Várias pessoas me dão uma zoada porque eu fico louca com as provinhas, mas todos que se jogaram nessa vida nunca mais voltaram, juro.

Enfim, um dia desses fui lá e provei um fricassee de frango DELICIOSO. Nesse dia eu descobri que você pode comprar frango desfiado e pré cozido, e foi aí que a timeline da minha vida foi marcada em “antes de depois do frango desfiado”. Eu sou obsessiva né, então fiz umas 78 vezes o mesmo prato, sempre com um toque diferente, o que transformou a tal receita do Hortifruti em uma das minhas especialidades: salpicão de frango ao curry com quinua!

Obs.: Perceberam que transformei um fricasse num salpicão? Relaxa, ele dá muito certo e é ótimo para gente preguiçosa que gosta de se alimentar bem (oi,prazer.).

 

Os ingredients são:

–         500g de frango desfiado

–         Curry – a gosto

–         Creme de leite – 1/2 caixa

–         Quinua – ½ pacote

–         1 cebola cortada em pedaços médio/grande

–         2 dentes de alho

–         Coentro

–         Milho

–         Cenoura ralada

–         Tomate cereja

–         Alho poró

–         Batata palha

Bom, comece fazendo a quinua. Leia na caixinha as instruções, é super fácil: para cada porção de quinua, o dobro de água. Coloque no fogo médio e deixe secar a água. Quando estiver quase seco (mas ainda molhadinho), desligue o fogo e reserve.

Prepare o frango: Deixe ele reservado numa vasilha com um pouco de vinagre e ½ limão.

O resto é simples: Refogue a cebola e o alho (eu curto a cebola grande para dar um ”croc croc”, mas faça como preferir). Quando a cebola começar a ficar transparente, jogue o alho poró, deixe mais 5 minutos e misture o frango. Deixe uns 10 minutos e já pode começar a tacar tudo – nessa ordem: cenoura ralada, milho, creme de leite e curry (vá sentindo a quantidade, a idéia é que tenha um leve sabor de curry, nada pesado). Por ultimo, misture a quinua, o coentro, o tomate cereja (cortado ao meio). Deixe mais uns 5 minutos e tá bonito!

A batata palha, para os pobres mortais, pode ser dispensável, mas para mim não: sou viciada e misturo até com feijão. Então recomendo muito!

Nesse dia em Araras, nós ainda gratinamos de leve, o que foi uma novidade após a inclusão da quinua no. Acho dispensável, mas ficou delicioso e já estou com fome só de pensar. Será que o Bento aguenta esse frango pela 80º vez?

Por: Maria Clara,  amiga-irmã e madrinha do nosso casamento.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *